Lost Ride 

 

Em LOST RIDE as figuras criadas por Sílvia Real confrontam-se com o espaço físico e psíquico que as constrange. Estão num espaço artificial e construído, sendo reforçada a ideia de fabricação. Este é um mundo em que já não é possivel uma "suposta ordem natural das coisas". O orgânico e o inorgânico hibridizam-se, devoram-se, deglutem-se.

Lost Ride habita na tensão, na ilusão das dicotomias e sobre elas oferece a possibilidade de canibalismo. A proposta deste espectáculo implica o desvelar de estruturas contraditórias e uma aproximação às vidas psíquicas. E à sua ausência e condições de possibilidade.

As figurações em cena traduzem modos de estar progressivamente incompatíveis e precários na sua enunciação. Como se a definição das figurações implicasse forçosamente a incorporação do próprio contexto que a torna possível. Trata-se de habitar e não apenas de um modo de estar.

Esse habitar traduz-se no desfasamento, implicando a disparidade e o paradoxo entre sentir e exprimir. As sucessivas cenas revelam diferentes camadas, emocionais e físicas, que se ocultam e desocultam. As rupturas, a eclosão, o quebrar das superfícies acentuam a angústia do fim. Ou será que a angústia nos habita desde o princípio? Ou ainda que a angústia somos nós?

Duração 75 min. Concepção e Direcção Artística: Francisco Camacho - Co-Criação e Interpretação: Sílvia Real - Música Original: Sérgio Plágio - Luz e Direcção Técnica: Frank Laubenheimer - Figurinos: Carlota Lagido - Cenografia: Eric da Costa; Assistente de Direcção: Tiago Cadete; Produção: Eira & Real Plágio

14 de ABRIL
21h30 - Teatro Cine de Gouveia
Todos os Públicos
Preço 4€

Data Início:
14-04-2012 
Local Evento:
Av. 1º de Maio
6290-909
Tel: 238 084 801
geral@dlcg.pt