História

Paços da Serra - com cerca se 750 habitantes, esta freguesia tem como padroeiro o São Miguel. São, no entanto, também aqui são celebradas as festas de Santo Amaro, do Senhor do Calvário e de Nossa Senhora das Virtudes.

Segundo uma tradição local, a fundação de Paços deve-se a uma migração de habitantes, originariamente estavam estabelecidos em Castro Verde e que, fugindo a pragas de insectos, se estabeleceram neste território.

Era uma localidade de elevada dignidade, que partilhava responsabilidades administrativas e legais com a sede do concelho a que pertenceu até 1839, Santa Marinha. Tinha Procurador, Vereadores e Magistrados. Recebeu foral do rei D. Manuel em 1514.

Possui inúmeros edifícios religiosos como a igreja Matriz e a Capela do Senhor do Calvário; a capela do Santíssimo Sacramento, a da Senhoras dos Verdes e a da Senhora do Amparo. Entre as edificações civis dignas de nota devem referir-se a casa do Oitão, a Casa Grande e diversas habitações tradicionais de dois pisos, escadaria em granito e alpendre de madeira. Podem ser vistas algumas casas em que se utilizou, parcialmente, lousa, como revestimento.

Apesar da qualidade da produção agrícola localizaram-se aqui diversos estabelecimentos fabris que empregaram centenas de pessoas originárias de todas as freguesias da região.

As principais instituições e colectividades de Paços são a Sociedade de Instrução e Recreio, o Rancho Folclórico e o Centro de Assistência Cultural e Recreio.

 

 Localização

 Executivo

Presidente Vitor Manuel dos Santos Quaresma
Morada Av. Sede da Junta, nº1 6290-241 Paços da Serra
Tel. & Fax. 238 494528
E-mail
Página Web
Atendimento

 Galeria de Imagens

Igreja Matriz